DOENÇAS DE INVERNO – AS FAMOSAS “ITES”


O frio chegou!  O tempo seco característico do inverno já se faz presente e, com ele, vêm as incômodas doenças respiratórias. Irritação do nariz, espirros e coriza constante são os sintomas mais comuns causados pela rinite alérgica. Os sintomas são frequentemente associados a gripes, resfriado ou até sinusite.

A rinite alérgica é a inflamação da mucosa que reveste o nariz e as crises são provocadas quando o indivíduo entra em contato com ácaros, poluição do ar, roupas guardadas por muito tempo, pólen e até as variações bruscas de temperatura. “A causa da alergia é uma reação do corpo à  partículas consideradas estranhas. O sistema imunológico reage de forma intensa a esses alérgenos em uma tentativa de defesa do organismo”, explica o otorrinolaringologista Dr Marcelo Galhardo.

As causas mais comuns de ataques alérgicos no inverno são os ambientes fechados, que são os favoritos dos fungos,  locais mal ventilados e pouco ensolarados. As recomendações para prevenir a rinite no inverno são várias, mas Dr Marcelo destaca os principais:

-Evitar lugares com aglomerações de pessoas,

-Hidratar-se bem, evitar roupas de lãs, lavar o nariz com soro fisiológico;

 -Deixar os ambientes ventilados e expostos ao sol;

 -Para manter sua casa livre dos alérgenos, também recomenda-se usar edredons, trocar jogos de camas com frequência e, após lavar as roupas, deixá-las expostas ao sol antes do uso, orienta Dr Marcelo Galhardo,

Já a sinusite é uma inflamação dos seios da face paranasais (localizadas ao redor do nariz) que provoca dor de cabeça e na face, tosse noturna, obstrução e secreção nasal e diminuição do olfato e paladar.

Para diagnosticar e iniciar o tratamento correto, a pessoa precisa observar os sintomas e Dr Marcelo alerta para não confundi-los com indicativos de outros males. “Assim como a rinite, a gripe e o resfriado também causam irritação do nariz, espirros e coriza constantes. A diferença é que a gripe e o resfriado possuem agravantes como febre, dor no corpo, mal estar e indisposição. Já a rinite não é contagiosa e não compromete o estado geral da pessoa. Por isso sempre consulte um Otorrino para um diagnóstico e tratamento correto, afirma Dr Marcelo.

(Em tempos da Covid-19, a atenção tem que ser redobrada, só o médico pode fazer um diagnóstico correto e assim diferenciar a doença de outras gripes)

OBS – Um sinal de que as doenças podem ter se agravado é apresentar secreções espessas, amareladas ou esverdeadas no nariz ou no ouvido, ou ainda pontos de pus na garganta, o que exige procurar um médico com urgência. Febre alta e prolongada também precisa de atenção.